01/04/2011

Limitações no Android 3.0 (Honeycomb)

A Motorola e o Google apostam as fichas no tablet Xoom para concorrer à altura do iPad. Porém, as limitações do ecossistema de aplicativos Android para estes dispositivos pode estagnar o progresso da plataforma.

Um mês após a apresentação oficial do Android 3.0 (Honeycomb), sistema dedicado para tablets, o Google registra apenas 50 aplicativos nativos disponíveis para esses dispositivos, de acordo com o site Ars Technica.

Em comparação, o iPad registrava mais de mil aplicativos nativos no dia do seu lançamento, dia 11 de março. Já o Xoom, começou a ser vendido no final de fevereiro com pífios 15 aplicativos nativos para o Honeycomb.

Um dos problemas para a falta de aplicativos no Honeycomb é o fato do Google não ter aberto os códigos fonte do Android 3.0, alegando que o software ainda não está pronto para ser usado em outros dispositivos móveis.

Atualmente somente os grandes fabricantes como HTC, Motorola e Samsung, que possuem acesso a esses códigos, porém mediante acordos de licenciamento com o Google. Desenvolvedores menores não têm esses privilégios ainda.

Porém, vale ressaltar que o Motorola Xoom é o único tablet disponível no mercado com o Honeycomb embarcado. Outras fabricantes como Lenovo e Samsung, já adiaram o lançamento de seus novos tablet com o Android 3.0.

Para especialistas, o novo sistema do Google necessita de mais hardwares disponíveis no mercado, para que os desenvolvedores tenham vontade de criar aplicativos dedicados ao Android 3.0 e não apenas reajustem programas para rodarem em telas maiores.

Nenhum comentário:

Post de destaque

Contar caracteres com MySQL

Vamos fazer uso das funções da linguagem SQL para contar caracteres de um campo salvo em uma tabela. Ou seja, vamos selecionar diversos regi...