29/12/2015

Um pouco de história: Computadores, rede e Internet - Parte 2

O sistema binário, a evolução na transmissão de dados e outras histórias

Em 1605 o filósofo inglês Francis Bacon codificou em sequencias de dígitos binários as letras do alfabeto e cerca de meio século depois o alemão Gottfried Leibniz criou o sistema binário como conhecemos hoje, a partir de numerais.

Por séculos, a troca de informações acontecia de pessoa a pessoa ou por documentos em papel. Um grande aliado nessa comunicação foi a criação do telégrafo, um sistema de transmissão de mensagens através de dois pontos graças a ondas de rádio ou fios elétricos.

A primeira mensagem foi transmitida pelo aparelho em 1844, entre as cidades norte-americanas de Baltimore e Washington. A partir dele, o tempo gasto entre a comunicação tornou-se muito menor, mas ainda apresentava falhas. Para a época, entretanto, já era mais do que o suficiente para conectar diferentes regiões.

É a partir de códigos construídos por esse sistema binário (padronizado com os numerais 0 e 1) que os computadores realizam o processamento de dados, sendo que cada bit corresponde a um dígito dessas sequências. Sem eles, não seria possível nem sequer realizar a leitura dessas informações.


Em 1801 Joseph Jacquard construiu um tear que memorizava os modelos da fábrica em cartões perfurados. Surgida em 1822 a Máquina Diferencial de Babbage que era capaz de computar até 80 dígitos, criada por Charles Babbage da faculdade de Cambridge. Ela foi a primeira máquina computacional a ser utilizada governamentalmente, no caso pela Inglaterra, algo semelhante só aconteceria 100 anos depois durante a Segunda Guerra com o ENIAC. Dez anos depois, o mesmo Babbage inventou a Máquina Diferencial, que possuía os conceitos primitivos do computador moderno, como armazenamento e tratamento de informações. Tal máquina deu a Babbage o título de "Pai da Computação". No entanto o primeiro programa de computador foi escrito por uma mulher, Ada Lovelace, filha de Lord Byron. Esta talentosa matemática escreveu um dos melhores relatos da máquina de Babbage e vários programas, tornando-se assim a primeira programadora da história.

Em 1854 é introduzida a álgebra Booleana por George Boole. 

Para conseguir processar os dados do CENSU americano, o governo lança, em 1890, um desafio visando obter um método de processamento mais eficiente. O ganhador deste concurso foi Herman Hollerith, com sua máquina de processamento por cartões. Com o sucesso de sua máquina ele criou sua própria empresa, a Calculating-Tabulating-Recording que mais tarde se chamaria a International Business Machines ou IBM. A mesma empresa anos mais tarde também iria utilizar tais máquinas na identificação dos judeus por parte dos nazistas.

Após os primeiros registros magnéticos em 1900 por Valdemar Poulsen e da invenção da válvula, por Lee de Forest em 1906, foi a vez do inventor Vannevar Bush criar o que muitos cientistas descrevem como o principal marco na história da computação, onde a tecnologia alcançou o estágio da disponibilização dos principais componentes necessários para o computador. Tratava-se do Analisador Diferencial. Deu-se então, o início da computação moderna em vários laboratórios no mundo inteiro. 

Nenhum comentário: