28/04/2012

Seguro de equipamento fotográfico: parte II

Como informado no post anterior iremos dar continuidade tratando dos principais itens que integram um seguro de equipamento fotográfico.
Apólice
É o instrumento do contrato de seguro pelo qual o Segurado repassa a Seguradora a responsabilidade sobre os riscos estabelecidos na mesma, que possam advir. As apólices podem ser individuais ou coletivas.
Cobertura
São os eventos que estão garantidos pelo contrato de seguro, se dividem entre coberturas básicas e adicionais. As coberturas básicas são aquelas obrigatórias quando da contratação de um seguro, e as adicionais são os outros riscos que não estão garantidos pelas coberturas básicas.  O seguro de equipamentos fotográficos possui como coberturas básicas: Incêndio (abrangendo raio e explosão), Roubo e/ou furto qualificado (veremos a diferença adiante) e cobertura de danos causados por acidentes (queda, quebra, amassamento) de natureza súbita e imprevisível. Como cobertura adicional garante-se o Dano Elétrico, há possibilidade da Companhia Seguradora oferecer demais coberturas adicionais, porém é importante salientar que as coberturas adicionais possuem valor extra.
Franquia
Participação do segurado no prejuízo decorrentes de cada sinistro. A franquia está estipulada expressamente na apólice de seguros, sendo representada por uma porcentagem do valor do bem segurado com um valor mínimo. A franquia pode ser obrigatória ou facultativa, e a sua porcentagem varia para cada cobertura existente no contrato (roubo, danos elétricos, etc). Atenção: Não existe franquia para perdas totais, ainda que seja o sinistro de apenas um dos itens da apólice (como por exemplo, uma lente ou flash). A franquia somente incide na perda parcial (quando há conserto do bem, como no caso de uma queda, por exemplo), e neste caso o percentual a ser aplicado é de 10% (apenas do custo do conserto) da restauração do bem.
Importância Segurada
É o limite da responsabilidade da seguradora, ou seja, é o valor máximo de indenização contratado para cada cobertura, e que estará fixado na apólice. É importante destacar que a Importância Segurada varia para cada cobertura, ou seja: a cobertura de incêndio garante um valor X (que normalmente é o valor total do bem), porém a cobertura de Danos Elétricos garante um valor inferior , considerando que normalmente um dano elétrico é reparável.
Indenização
Importância que a Seguradora se obriga a pagar ao Segurado na ocorrência de evento previsto no contrato. Importante destacar que a indenização se limitará ao valor da Importância Segurada (visto acima) da cobertura contratada. Por exemplo: se foi efetuado o seguro de uma máquina fotográfica com o valor da Importância Segurada para a cobertura de Roubo/furto qualificado de R$ 4.000,00, e houve a ocorrência de um sinistro desta natureza, o limite máximo que o Segurado irá receber é de R$ 4.000,00, pois está limitado ao que contratou, independente se o valor daquela máquina no mercado venha a aumentar.
Prêmio
Importância que o Segurado paga à Seguradora para garantia dos riscos, ou seja, é o quanto você pagará pelo seu seguro. Esta importância é fixada com base no valor do bem segurado, sendo que para equipamentos fotográficos a porcentagem é de 5% (para cobertura básica) e de 1% para coberturas adicionais, porcentagem esta sobre o valor da Importância Segurada (valor total do bem, conforme visto acima), o valor ainda é acrescido de custo de emissão de apólice e de IOF. O não pagamento do prêmio para a Seguradora importa em isenção de responsabilidade desta no caso da ocorrência de um sinistro.
Se preferir deixe seu comentário com dúvidas, críticas ou sugestões.
Abraços e boas fotos.
Rafael Hall

Um comentário:

Aylson Santos disse...

Excelente post Rafael,

Gostaria de acrescentar os contatos para quem quiser realizar cotações, contratar ou simplesmente obter mais informações com um corretor especializado;

Seguro Equipamentos Fotográficos
Safer Corretora de Seguros


Tel.: 11 3532-1400
Atendimento em todo o Brasil

Abraço!