14/02/2012

Cuide bem da sua marca Pessoal ela pode definir seu futuro!

Um dos patrimônios mais importantes que um profissional pode ter chama-se reputação. Você passa por uma constante avaliação feita pelas outras pessoas, seja em um grupo de amigos, no ambiente de trabalho, no mercado do bairro, no colégio dos filhos, naquela rede social que você participa, não importa… as pessoas à sua volta sempre estão lhe avaliando.

Durante toda a sua vida será assim. E são essas pessoas que formam a sua reputação, que lhe atribuem adjetivos (bons ou ruins) e que propagam as suas próprias percepções sobre a sua pessoa.

No fim das contas, todos nós temos uma marca pessoal: algo que nos distingue dos demais, algo que representa o que somos aos olhos das pessoas com quem nos relacionamos. Marcas precisam ser gerenciadas e trabalhadas. Você é a melhor pessoa para gerir dua marca pessoal.

Este é justamente o conceito de personal branding, que consiste em ativar os mecanismos de alavancagem, reposicionamento e gerenciamento eficaz de sua própria marca.

Pense nela como uma empresa. As empresas precisam pensar em ações de curto prazo (faturamento, resultados do mês, impostos, folha de pagamento) e também de médio e longo prazos (investimentos em pessoal, equipamentos, abertura de filiais).

A maioria das pessoas só consegue pensar sua carreira e sua marca no curto prazo, ou seja, nas contas do fim do mês, prestação do carro, despesas com a família… Comece a agir de forma mais estratégica e faça investimentos em você (não necessariamente investimentos financeiros, mas sim mudanças de atitude) no longo prazo. Saiba onde quer chegar. A ideia é colher frutos, para isso precisa-se planta-los. A diferença entre emprego e carreira está na analise alem do dinheiro. Poucas pessoas fazem isso, mas todos que fazem são bem sucedidos.

Você é uma marca que precisa ser comprada, lembrada, ter visibilidade, ter diferenciais, ser percebida com valor. Precisa representar algo na mente dos seus prospects (seus conhecidos, pessoas um pouco mais distantes) e seus compradores (amigos, chefe, colegas de trabalho, etc). As suas atitudes contam muito para esse objetivo, inclusive suas atitudes nas redes sociais!

Acredite: As melhores marcas são repassadas no boca a boca. As piores também!

Forte abraço.

Nenhum comentário: