27/05/2011

Nova tecnologia permite conexão de 26 terabits por segundo

Pesquisadores da Universidade de Karlsrushe, na Alemanha, bateram o recorde mundial de transferência de dados ao atingirem a notável marca de 26 terabits por segundo usando um único raio laser em um cabo de fibra ótica – velocidade equivalente a transferir o conteúdo de 700 DVDs no tempo que você demorar para dizer “eu quero”.

De acordo com o pesquisador Wolfgang Freude, co-autor do experimento, tal desempenho foi obtido com o uso de uma técnica chamada “transformação rápida de Fourier”, em que um único feixe de luz é dividido em 325 diferentes cores que carregam sua própria sequência de informações. O recorde anterior pertencia à mesma equipe, que no ano passado conseguiu atingir a marca de 10 tbps em seus laboratórios.

A equipe fabricou dois processadores óticos capazes de lerem as informações codificadas dos lasers. “26 terabits por segundo são capazes de transmitir simultaneamente até 400 milhões de ligações ou todo conteúdo da biblioteca do congresso norte-americano em 10 segundos”, completa o pesquisador.

“Até agora o único limitador nas velocidades de transferência por fibra ótica são a quantidade de lasers disponíveis”, completa Freude, dizendo que “redes de 100 tbps já foram demonstradas por outros laboratórios”. “Mas a diferença é que nós contávamos com apenas um único laser, enquanto esses outros experimentos tinham 370, o que é incrivelmente caro e dispendioso”, lembra. “. Em sua visão, a criação de sua equipe é um importante passo em direção à “uma nova geração de internet de alta velocidade para o futuro”.

Com informações: BBC

Nenhum comentário: