11/05/2010

Quanto mais alta a qualidade, maior a responsabilidade

Ja reparam que, de quem é bom, é exigido sempre mais do que quem é ruim ?
Se você erra pouco, quando errar, será um verdadeiro escândalo !
Os cliente comentarão: "Nunca imaginei que a UMAIDEIA fosse capaz de errar!"
Mas se você faz tudo pela metade e não tem qualidade no que faz, jamais decepcionará os clientes, porque eles já não levam sua empresa à sério. Já sabem que sua empresa não passa de uma empresa "mais ou menos", da qual pouco se pode esperar.
Isso vale para empresas, profissionais e pessoas.
Se a empresa é reconhecida pela qualidade excelente de seus serviços, errar em um deles será um escândalo.
E não se engane: os concorrentes se aproveitarão.
A verdade é: quanto mais qualidade sua empresa tem, mais é exigida pelos clientes.
Será que vale a pena lutar tanto pela qualidade ? Será que vale a pena buscar a excelência ? Será que vale a pena ser ético e moralmente defensável ? Não é melhor ser ruim ou "mais ou menos" ?
É claro que vale a pena buscar a excelência ! É claro que vale a pena ser uma empresa excelente, um profissional excelente, uma pessoa excelente;
Quando cometemos deslizes, a decepção é grande exatamente pela admiração e pelo respeito que os clientes e pessoas nutrem por nós.
E não há dúvida de que vale a pena ser respeitado, admirado , querido.
Mas existe uma lacuna entre exigência e abuso.
O que ocorre (na maiora das vezes) entre empresas excelentes e clientes "exigêntes", é que a diferença entre o que pode ser exigido versus o que é abuso é um linha tão tênue que muitas vezes se perde ao longo da prestação do serviço, e aquilo que um dia foi "favor", ou "mimo", vira obrigação.

Fica aqui minha dica: buscar sempre pela máxima excelência do serviço prestado, mas imponha limites desde o início do contrato, porque depois de um tempo, o cliente não conseque diferenciar o que é diferencial do que é abuso.

Nenhum comentário: