16/10/2008

“The Bright Side of Mobile Marketing”

Hoje conversando com o Eduardo, ele me lembrou que escrevi sobre Marketing Móvel, mas não dei o lado “bom” do negócio como havia feito anteriormente, quando falava da nova internet. Então, seguindo conselhos vamos falar sobre o “Bright Side” deste novíssimo conceito que está chegando ao mercado.

O marketing móvel nasceu, quando os celulares passaram a acessar a internet, ponto. Os formatos que foram utilizados estão mudando na mesma velocidade que o brasileiro troca de aparelho celular (incríveis 3 meses, quase maior que no Japão!!), segundo ponto. Então o que antes era uma mensagem chata no seu aparelho, hoje é uma gama que vai desde simples mensagens (SMS) até vídeos com som e música (MMS) ponto final, ganhei! (desculpem o trocadilho, não resisti). O negócio mesmo é com relação à publicidade.

Mesmo levando em consideração todas as diretrizes da MMA (Mobile Marketing Association) www.mmaglobal.com, a quantidade de pessoas que usam celular, e seu perfil acima de tudo, fazem marqueteiros no mundo todo arrepiarem os cabelos.

Isso porque nunca ninguém tinha chegado tão perto de um potencial cliente, salvo quando ele entrava literalmente na loja, já que mesmo na internet você não tem certeza absoluta de quem está atingindo, no celular sim.

Agora o que eu vejo (não somente eu, mas muitas pessoas que trabalham desde as origens do MM) é que no celular as coisas serão feitas como nos moldes da TV e não como vemos na internet. Como assim? Explico

Para quem tem mais de 50 anos (ainda não é o meu caso, mas quando falo do Atari tem gente que cai para trás) lembra-se que quando assistia a um programa na Tupi, não havia comerciais como hoje, havia as “mensagens dos patrocinadores”, já que eram eles que bancavam a coisa toda e não mudou em nada até hoje, só a forma como eles nos mostram. No celular será a mesma coisa. Com o surgimento de TV no celular e conteúdos dos mais diversos, vejo que daqui um ano, no máximo dois, você não receberá uma mensagem pra comprar alguma coisa, mas antes de entrar naquele site que você gosta, ou ver o vídeo que você quer, terá uma “mensagem do nosso patrocinador”.

 Não pense que o Spam Móvel não irá existir, ou que as milhares de mensagens que você recebe irá sanar, a única coisa é que deixarão de ser produtos de verdade e começarão a ser novamente as “pílulas de milagres” como vemos hoje no Spam Tradicional (!!!!), mas pelo menos não teremos uma chuva de informações como hoje em qualquer portal na internet, ou os milhares de mensagens que recebemos.

As empresas seguirão o perfil que eu venho comentando. Elas não criarão campanhas para todos, mas campanhas direcionadas há um target bem menor, você! Não venderão mais suas marcas ou produtos, venderão o que você quer delas, personalizado, com a sua cara, no tom que você gosta e ainda por cima, bem no seu ouvido enquanto você passeia com o seu celular de última geração.

Como o assunto é GIGANTE provavelmente irei falar dele em outro post futuro. 

Nenhum comentário: