05/06/2008

Mapa dos riscos na internet

A McAfee divulgou seu novo relatório declarando que a política tolerante de algumas empresas de internet são responsáveis em grande parte pelo crescimento da quantidade de sites perigosos na rede. Preço muito baixo e a não exigência de maiores informações dos clientes são exemplos claros na internet, pois é a maneira mais fácil de expandir a clientela e manter a competitividade em um mercado com centenas de concorrentes.

No mesmo relatório, a empresa de segurança divulga que 19,2% dos sites terminados em “.hk” (Hong Kong) apresentam risco, “.cn” (China – 11,8%) e “.info” (informação – 11,7%). Os sites farmacêuticos estão entre os preferidos pelas pragas virtuais. Os endereços mais seguros são os “.gov” e os “.jp” do Japão.

A analise da McAfee foi sobre 9,9 milhões de sites em todo o mundo. O excesso de janelas de propaganda pop-up e a existência de formulários falsos para coletar endereços de e-mail são alguns dos fatores que levam um site a ser considerado perigoso.

Nenhum comentário: