12/06/2008

E como vamos no 3G?!

Usei recentemente o VIVOZAP e fiquei super satisfeito. A conexão estava estável, todas as tentativas de conexão foram bem sucedidas e a velocidade estava boa.

Apesar da conveniência da mobilidade, ainda não podemos contar com a rede 3G como contamos com uma rede banda larga terrestre. Ainda estamos sujeitos a instabilidades decorrente da famosa fase de ajustes. Exemplo o Claro 3G, a operadora ainda está analisando os horários de pico para melhorar a banda e assegurar que a velocidade contratada seja apresentada ao usuário final.

A novata no ramo aqui no Brasil é a TIM, que lançou seu serviço 3G em Maio já é motivo para várias reclamações dos usuários da operadora. Ela pretende ampliar sua rede para todas as capitais brasileiras até o final do ano.

Um comentário:

Alex disse...

Só lembrando que o serviço VivoZap não é 3G (ainda).

Vide este arquivo na PCW:

http://pcworld.uol.com.br/mac/2008/06/13/o-guia-do-3g-no-iphone/

Na página 2 diz assim:

"...A Vivo fez, no Brasil, uma rede baseada no padrão EVDO, uma evolução do CDMA, que hoje ainda é oferecida ao mercado corporativo. Nos EUA, esse caminho foi seguido pela Verizon e pela Sprint. (A Vivo, apesar de ter migrado para a tecnologia GSM, não relançou seu 3G ainda. Ela anunciou que vai lançar o iPhone no Brasil)."

E olha que eu até me empolguei com esse 2,5G da Vivo. Pois de acordo com a INFO deste mês, ele é o que oferece o modem com preço mais em conta, chegando a R$ 10,00, enquanto a TIM e Claro chegam a R$ 199,00 só o modem.

Vou esperar o 3G da Vivo e ver como vai ficar.

{}!